Para ajudar as agências em home office, o SiGA agora passa a oferecer 20 dias gratuitos no teste de qualquer um dos seus planos.

Sistema para Gestão de Agências

Diário do Campo – Parte I

5 de janeiro de 2007 por André Traichel

Cotidiano

Seguindo o conselho do Jânio, vou começar uma pequena série de artigos sobre como é montar uma empresa de tecnologia, no nosso caso soluções web, numa cidade do Interior, no caso Teutônia/RS.

Pra começar, este post será sobre um pouco do histórico meu e do Felipe. Eu era publicitário em Porto Alegre, diretor de arte pra ser mais exato, e durante 10 anos trabalhei em agências de pequeno e médio porte na capital. Um dia bateu a loucura e resolvi me mudar pra cá com esposa e filho e abrir uma cafeteria. É, fazendo café mesmo, alcoolizados, gelados, com sabores diversos e tudo mais. Um dos freqüentadores assíduos do Liebe Café era o Felipe, que ia lá pra além de degustar o Fausto, a vedete da casa, jogar xadrez com o ex-sócio dele e de vez em quando comigo.

Claro que o café faliu e voltei a trabalhar em Porto Alegre em agências, mas morando em Teutônia. Neste meio tempo, conversei com o Felipe e o sócio dele na Núcleo sobre o SiGA, um sistema para gestão de agências de propaganda que eu tava tentando tirar do papel. Eles aceitaram a empreitada e assim fomos desenvolvendo o bicho nas horas vagas de cada um. A Núcleo era uma pequena empresa onde eles desenvolviam sistemas para empresas, como fluxos de caixa, estoque e coisas do tipo, além de sites e manutenção de PCs.

Quando o SiGA atingiu sua versão 0.1, a agência que eu trabalhava na época serviu de cobaia para nós. O Felipe desfez sua sociedade na Núcleo e passou a trabalhar em uma agência digital aqui em Teutônia até que no dia 1º de Março de 2005 lançamos o site e o sistema oficialmente. No dia 21 de julho conquistamos nosso primeiro cliente, a Integrada Comunicação, de Porto Alegre.

Nesta mesma semana eu voltei de vez pra Teutônia e montamos um pequeno escritório na casa do Felipe, seguindo exemplos como a Apple pra ver se chegamos lá também. O escritório era pequeno mas aconchegante e tivemos então nosso primeiro desafio real: montar uma estrutura adequada. Mas este é o assunto do próximo post…