Para ajudar as agências em home office, o SiGA agora passa a oferecer 20 dias gratuitos no teste de qualquer um dos seus planos.

Sistema para Gestão de Agências

Ubuntu linux

4 de dezembro de 2006 por André Traichel

Linux, Software

Há pouco mais de um ano fiquei sabendo que existia uma nova distribuição Linux fazendo sucesso, um tal de Ubuntu (lê-se Ubúntu), que além disso estavam dando CDs com o dito cujo, vindos direto da áfrica do Sul. Testei ele, mas na época estava de saco cheio de apanhar pro Linux e continuei com o Windows.

Mas a idéia de migrar para o Linux continuava comigo. E, em agosto desse ano, resolvi que iria migrar pro Linux, mais especificamente para o Ubuntu. Até achei que seria traumático isso, mas não doeu tanto quanto eu esperava. Eu diria que chegou a ser bem tranquila.

Para quem nunca ouviu falar o Ubuntu é um sistema operacional baseado no Linux, que foca em usuários comuns e na facilidade de uso. E realmente ela cumpre o que promete. Estou desde setembro usando e só precisei do Windows para programas específicos que infelizmente não existem ainda no Linux, porém para um usuário comum o Ubuntu vai muito bem obrigado.

O Ubuntu já vem de fábrica pronto para uso, ou seja, já vem com vários programas prontos pra sair usando. Entre eles OpenOffice (editor de texto, planilha eletrônica, …) e o Gimp (editor de imagens). Utiliza por padrão o Gnome como ambiente gráfico, que também é meu preferido, mas também existem variações como o Kubuntu (com o KDE), e o Xubuntu (com o Xfce). Este último utilizamos aqui em máquinas mais antigas, por ser muito leve.

Versões novas vem a cada 6 meses, com muitas novidades. A última versão (6.10) me surpreendeu por ser mais leve que a anterior. E a próxima (7.04), que será lançada em Abril do ano que vem será ainda mais leve.

O que? Versão 6.10? Versão 7.04?

Isso mesmo, e é até simples de explicar: as versões do Ubuntu passam o ano e o mês que foi lançada aquele release. Portando 6.10 foi lançado em Outubro de 2006. Portanto o Windows XP seria o 01.10, pois ele foi lançado em 25 de Outubro de 2001, é… isso já faz muito tempo!

Na hora da instalação ele já reconheceu tudo, instalou e saiu funcionando sem dor de cabeça. A única coisa que não tem jeito é habilitar a aceleração 3D da minha placa de vídeo, mas isso eu acabei deixando do lado depois de me estressar um pouco, já que não é extremamente necessário. Mas existem vídeos pipocando na internet com coisas fantásticas.

Mas meus mp3 não ainda funcionavam. Descobri que isso se deve a problemas de patentes e que pode ser facilmente habilitado pelo Synaptic. Antes de começar a fuçar lá, encontrei o Automatix que facilitou a minha vida ainda mais. Ele é um programa que lista uma série de outros programas, aplicativos e bibliotecas, você marca o que quer e ele baixa da internet e instala tudo pra você de maneira fácil e indolor. Depois de algumas horas fazendo download, estava pronto! Mp3 funcionando, tocava meus DVDs, tudo certo! Também adicionei alguns programas usando o Adicionar/Remover…, tudo muito fácil.

Ainda retomarei esse assunto, mas por enquanto deixo um conselho aqui: Se você ainda não conhece o Ubuntu, considere a idéia de testá-lo, mas esteja de mente aberta quando for fazer a migração. E não procure as coisas como são no Windows ou no Mac OS X, apenas veja como elas funcionam no Ubuntu e aprenda a trabalhar deste modo.